O exercício do autoamor está em aprender a ouvir a “voz do coração”, pois nele residem os ditames para nossa paz e harmonia. Os sentimentos são gotas infalíveis da alma na sua busca de ascensão e liberdade.

O autoamor consiste na arte de aprender a escutá-los, estudar a linguagem do coração. Mas como seguir nossos sentimentos com tantas ilusões?

Temos nos esforçado tanto quanto possível para sermos melhores com o próximo. Mas… E nós? Como cuidar de nós próprios?

A  proposta de Jesus estabelece: “Amai ao próximo”, e acrescenta “como a ti mesmo”.

Só conseguimos dar aos outros, aquilo que damos a nós mesmos.

Trechos extraídos do prefácio Escutando a Alma do livro Escutando Sentimentos de Wanderley S. de Oliveira pelo espírito Ermance Dufaux