(Autor Desconhecido)

“PRECISO DE ÓLEO” DISSE UM MONGE, ENTÃO PLANTOU UMA MUDA DE OLIVEIRA.
“SENHOR”, PEDIU ELE; ELA PRECISA DE CHUVA PARA QUE SUAS RAÍZES POSSAM BEBER E PROPICIAR SEU CRESCIMENTO.
“MANDE CHUVA BRANDA QUE NÃO A MACHUQUE”; E O SENHOR MANDOU-LHE CHUVAS BRANDAS.
“SENHOR”, PEDIU NOVAMENTE; MINHA PLANTA PRECISA DE SOL, NÃO MUITO FORTE QUE A ABRASE; E O SOL BRILHOU DOURANDO AS NUVENZINHAS CHUVOSAS.
AGORA PRECISO DE NEVE PARA QUE MIMHA OLIVEIRA GANHE ROBUSTEZ, PEDIU NOVAMENTE; E A NEVE CAIU SOBRE A PLANTA
NO ENTANTO, AO ACORDAR NO DIA SEGUINTE, ENCONTROU A PLANTINHA MORTA.
ENTÃO O MONGE FOI A OUTRO E CONTOU-LHE SUA EXPERIÊNCIA.
“EU TAMBÉM PLANTEI UMA OLIVEIRA”, DISSE O OUTRO, “E VEJA COMO ESTÁ VIÇOSA”, MOSTROU
EU CONFIEI MINHA PLANTA AO DEUS QUE A CRIOU.
ELE QUE A FEZ, SABE DO QUE ELA PRECISA, MELHOR QUE MONGES COMO EU.
NÃO IMPUS CONDIÇÕES, NÃO ESTABELECI MEIOS OU MANEIRAS, APENAS PEDI “MANDA O QUE ELA PRECISA; CHUVA, SOL, VENTO, NEVE; TÚ A FIZESTES E TÚ SABES”
NÓS, COMO OS LÍRIOS DOS CAMPOS, CRESCEMOS QUER NO SOL, QUER NA CHUVA; E MUITO MAIS QUE OS LÍRIOS, DEUS NOS TEM AMOR E TRABALHA PARA QUEM NELE ESPERA.
ACREDITE NA VIDA, ALGUÉM ESTÁ CUIDANDO DE VOCÊ, MESMO QUE NÃO SAIBAMOS EXATAMENTE O QUE PEDIR.
SE HOUVER AMOR EM NOSSOS CORAÇÕES, RECEBEREMOS O SOL E A CHUVA NA HORA CERTA.