A paciência vive na base de todas as boas obras.

Acalentarás sublime ideal; contudo se não tens paciência de realizá-lo…

Sonhas cumprir elevada missão; mas se não tens paciência de sofrê-la…

Levantarás preciosa instituição; contudo, se não tens paciência de sustentá-la…

Queres a felicidade no lar; mas se não tens paciência de construí-la…

Planejas belo futuro para teu filho; contudo, se não tens paciência de educa-lo…

Aspiras a determinada profissão, mas se não tens paciência de aprendê-la…

Sem paciência, os mais altos projetos resultam em frustração.

Observa o pomicultor que deseja fruto na árvore.

Primeiro a paciência de preparar a terra.

Em seguida, a paciência de plantar, de cultivar, de defender, de auxiliar e de esperar a colheita madura.

O tempo não respeita as edificações que não ajudou a fazer.

Se procuras o melhor, não desprezes a paciência de trabalhar para que o melhor te encontre e ilumine.

Em todo caminho, sem paciência perfeita, não há possibilidade de perfeição.

Autor: Do livro Palavras de Vida Eterna – Emmanuel- Psicografia – Chico Xavier