Augusto Cury

Ser livre é não ser escravo das culpas do passado nem das preocupações do amanhã.

Ser livre é ter tempo para as coisas que se ama. É abraçar, se entregar, sonhar, recomeçar tudo de novo. É desenvolver a arte de pensar e proteger a emoção.

Mas, acima de tudo, ser livre é ter um caso de amor com a própria existência e desvendar seus mistérios.